O que sabemos sobre Queen Charlotte, o spin-off de Bridgerton?

No dia 24 de setembro, a Netflix realizou mais uma edição do evento Tudum, no qual Bridgerton contou com dois paineis, um sobre a terceira temporada e outro sobre o spin-off Queen Charlotte: uma história Bridgerton! No painel da S3 não tivemos muitas novidades além do nome do primeiro episódio com os nomes da roteirista e showrunner Jess Brownell e a diretora Tricia Brock, que já havíamos descoberto no trailer do Tudum, e a primeira coluna de Lady Whistledown na nova temporada social. Porém, a estrela do show foi a nova série, com direito até a uma palavra de Shonda Rhimes sobre seu sonho de expandir o mundo Bridgerton e agradecendo aos fãs por terem embarcado nesta jornada.

India Amartefiro apareceu como a jovem Rainha Charlotte, toda caras e bocas da Golda Rosheuvel! Depois de um mini-infarto achando que eles iriam mostrar apenas o que já tínhamos visto – pois a foto de QC havia sido divulgada durante a semana do Tudum, que é a miniatura do vídeo abaixo – fomos brindados com uma cena exclusiva do spin-off.

O projeto de Queen Charlotte foi anunciado em 2021, com rumores de que as gravações começariam em janeiro de 2022. Porém, há um período de pré-produção, ensaios, oficinas, etc, e Shondaland só publicou sobre a série – e possivelmente o início das filmagens – em 30 de março. Em julho, mais rumores sobre o fim das gravações, mais ou menos na mesma época em que Bridgerton começou a filmar sua terceira temporada. Entretanto, sinais de JWL (o nome da série nos bastidores) continuavam aparecendo em locações pelo Reino Unido, nos levando a duvidar se algum desses lugares estava gravando para Bridgerton sob outro nome.

Sobre a série

A série limitada vai contar a história da origem da Rainha Charlotte, centrada em sua ascensão e vida amorosa, uma princesa germânica com extremo bom gosto mas que não conhecia nada da corte inglesa. Charlotte também não tinha uma relação muito amigável com sua sogra, a Princesa Viúva de Gales, Lady Augusta (que será interpretada por Michele Farley, conhecida pelos fãs de Game of Thrones como Catelyn Stark). Além disso, o spin-off vai contar a história de Lady Danbury e de Violet Ledger (futura Lady Violet Bridgerton e mãe da prole). Inclusive os pais de Violet foram escalados (e encontrados por uma atenta fã do twitter).

Pelo que vimos das gravações, teremos algum funeral de Estado. Eu acredito que possa ser o funeral da Princesa Amélia, que faleceu aos 27 anos em 1810, um dos motivos da saúde mental do rei George III ter se deteriorado irreversivelmente e a Era Regencial ter se iniciado. Imagino que a série poderá ter um formato de flashback, com a Rainha do presente relembrando fatos escandalosos do passado, entre eles algo tão doloroso como a morte de uma filha (e o luto dos pais).

Nas fotos, há neve no chão e o elenco está com roupas de frio, capas e luvas. A Princesa Amelia morreu em 2 de novembro de 1810. Naquele ano, segundo o site Weather Web, há registros de que a cidade de Londres enfrentou uma nevasca no dia 30 de outubro, alguns dias antes do falecimento de Amelia, e em janeiro de 1811 o Tâmisa congelou. O funeral foi realizado no dia 13 de novembro e não é difícil imaginar o clima bem invernal que será apresentado durante o cortejo no prequel. Os chapéus femininos também são outro indicativo, marcando bem o contraste entre o governo do pai, George III, e a Regência do Príncipe de Gales.

Comparação de roupas do set com gravura da época

Foto da carruagem fúnebre do cortejo real. Possivelmente, veremos o funeral da Princesa Amélia.

Lady Danbury vem aí?

Depois de uma pausa na S2, a equipe da Shondaland voltou para Bath! O elenco de QC, incluindo Michele Farley, foi fotografado em frente aos Assembly Rooms de Bath, mesmo local que foi usado na primeira temporada de Bridgerton como salão de baile da Casa Danbury. E com cabelões que nos lembram mais o auge dos anos 1770 do que 1810. Essas fotos foram em maio.

Em julho, a carruagem de QC também foi vista em frente ao Holburne Museum. Isso nos leva a acreditar que conheceremos como a amizade entre Ágatha e Charlotte se formou. Se a história real for algum indicativo, conseguimos imaginar o porquê. Charlotte era uma princesa de uma província germânica, recém-chegada na Inglaterra sem falar um pingo de inglês. Sua sogra, Princesa Augusta, era extremamente controladora e não facilitou, vigiando a jovem rainha o tempo todo, trocando suas damas de companhia e pedindo relatórios para seus servos. Por isso, a amizade sincera e verdadeira com Lady Danbury, uma jovem recém-casada que também precisava enfrentar a sociedade, é algo totalmente possível.

Outro ponto importante que pode ser abordado é a parte citada por Lady Danbury para Simon na S1, que o amor de Charlotte e George mudou a sociedade. O pai de Simon é tão preocupado e ressalta que a situação da linhagem dos Hastings é precária pois o título é novo. As duas podem se unir por esta questão também e desenvolver melhor a citação de Danbury.

O Rei George III, nosso AgroKing

O ator Corey Mylchreest será nosso jovem Rei George III, que chegou ao trono como o primeiro monarca da dinastia Hanover a nascer na Inglaterra e falar inglês. George teve uma educação científica e adorava astronomia e agricultura. Ele mandou construir o King’s Observatory (que fica na margem oposta ao Syon Park, que apareceu na S1), previu a passagem de uma estrela, e inclusive escreveu tratados agriculturais muito bem embasados, pois amava ler sobre o assunto. Por esta última paixão, ficou conhecido como Farmer George nas caricaturas da época. Uma curiosidade é que também havia uma piada secreta no apelido. George, em grego, deriva da palavra geōrgos (γεωργός), que significa trabalhador (farmer). Agro é king, agro é tech, agro é pop 😂😂😂

Rei George e ao lado um desenho de Farmer George recompensando uma agricultora em Weymouth (Daily Express)

A cena apresentada no Tudum é tão significativa pois mostra o primeiro encontro entre George e Charlotte, uma união política, claro, mas que também sempre foi baseada no amor. E quem não se apaixonaria naquela cena???? O casal teve 15 filhos, dos quais 13 chegaram à vida adulta – e ainda assim, a dinastia se viu ameaçada após a morte da filha do Principe Regente, Princesa Charlotte, que morreu em 1819.

Logo após o casamento, em 1761, George comprou a Buckingham House, que havia sido construída em 1710 pelo Duque de Buckingham e o casal se mudou em 1762. A casa ficou conhecida como Queen’s House e era distante e reservada o suficiente da corte, no St James Palace, ali pertinho. Um palácio que tem uma arquitetura levemente parecida para a época (dadas as devidas proporções e licença poética) é o Blenheim Palace. E sabe quem esteve por lá? Exatamente, com direito à foto com a carruagem de Queen Charlotte por turistas e tudo.

Lady Whistledown ataca novamente

Eis que durante uma das filmagens em Bath, vimos atores com roupas típicas do mundinho Bridgerton de 1814, o que inclusive nos levou a acreditar que Bridgerton já estava gravando. Notamos que os vestidos parecem um pouco mais pesados que os da segunda temporada, para climas mais frios. Porém, lá estava ele, o Whistledown sendo entregue.

Poderemos contar com a aparição da maior fofoqueira de Londres no spin-off? Parece que sim! Este é um dos motivos pelos quais acreditamos que a série terá um esquema de flashback, com a QC de Golda relembrando fatos passados que poderiam ter virado headline no Whistledown. Imagina se nossa LW conseguisse botar a mão nesse suco de intriga que deve ter sido o começo do reinado de George e Charlotte?

Outras locações aparecem, como a Badminton House (que serviu como jardim da Casa Featherington na segunda temporada), a Belton House e alguns prédios em Oxford, na Capela do Merton College (que pode vir a ser a locação para a capela do Palácio de St James, onde Charlotte e George se casaram 6 horas após se conhecerem).

Se você chegou até aqui, obrigada! O texto ficou longo, mas acabou reunindo todas as nossas teorias e conjunturas. Resta saber quando a série estreará, já que no material da Netflix apenas consta que Queen Charlotte chega em 2023. Nosso coração quer acreditar que vem no primeiro semestre, para ser a ponte perfeita entre a segunda e a terceira temporada. Quem sabe aquela bendita cena de Anthony e QC conversando não era uma cena do spin-off? No código de imagem da Netflix está como 208, só me resta esperar que vão reutilizar!

Esse blog é parceiro da página Julia Quinn Brasil. Curta a página no FacebookTwitter e Instagram para não perder nada!

Não se esqueça de curtir a página do Costurando o Verbo no Facebook e me siga no Twitter!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s