Natal Bridgerton: o Jantar

Quem já está ansioso para a ceia de Natal? Colin Bridgerton, com certeza! Na nossa contagem regressiva para o #NatalBridgerton, vamos falar dessa peça central da festa de Natal: o jantar! ⁣

As comidas típicas dessa época do ano na Era Regencial eram um pouco diferente do que nós, brasileiros principalmente, estamos acostumados. Nas famílias mais ricas, que passavam o Natal em suas casas de campo, carne de caça assada (o famoso rosbife, que vem de roast beef) era uma das estrelas da mesa. Outras carnes de caça, como veado, perdiz, e até pombos podiam acompanhar, para que os convidados tivessem opções variadas para escolher. E o famoso peru? Ele até era consumido, mas ficou mais famoso mesmo nas décadas seguintes. ⁣

As famílias mais simples comiam gansos, que podiam ser criados no quintal ou ter sido um presente do lorde da região, e também algum tipo de carne assada. Uma curiosidade é que algumas casas não tinham um forno grande o suficiente ou nem tinham fornos, então os padeiros dos vilageiros assavam os pratos para as donas de casa enquanto elas estavam na igreja com a família. Na volta, elas passavam na padaria, pegavam a encomenda assada e iam fazer a ceia em casa. ⁣

Para nós, que o Natal cai no começo do verão (e o Brasil quis pegar todo o calor do mundo pra si), é impensável uma ceia sem pratos geladinhos, como saladas de folhas ou aquela bela maionese com maçã e uva passa. Mas, no Reino Unido, a temporada natalina é no inverno, então as comidas são mais pesadas, feitas com mais gordura e ingredientes calóricos. Sopas, vegetais cozidos e tortas especiais acompanhavam os pratos. ⁣

⁣Falando em torta, a Mince Pie era uma constante! Trata-se de uma tortinha de carne e frutas cristalizadas que devia ser comida uma vez por dia nos 12 dias de comemoração.

Eaí, já pensou em fazer algum prato regencial na ceia desse ano? ⁣

Esse blog é parceiro da página Julia Quinn Brasil. Curta a página Julia Quinn Brasil no FacebookTwitter e Instagram para não perder nada!

Não se esqueça de curtir a página do Costurando o Verbo no Facebook e me siga no Twitter!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s