A moda da Mulher regencial

Esta é a parte feminina do post que fala sobre as inspirações de Ellen Mjornick para Bridgerton. Clique para ver os trajes masculinos.

Uma lady que se preze sabe se vestir para qualquer ocasião e não há gasto exorbitante demais ou chapéu alto demais para a vaidade regencial. Veja a diferença entre os tipos de roupas:

Vestidos de manhã

Os chamados ‘morning dresses’ eram peças mais simples, confortáveis, com cortes menos elaborados e com poucos detalhes, em que as moças poderiam ficar em casa sem se preocupar. Entretanto, raramente era aceitável que se saísse com ele.

Vestidos de passeio

Os ‘walking dresses’ já tem um pouco mais de detalhes, apliques de babados e bordados. Poderiam combinar o tecido e as cores com peliças e bonnets para um look mais completo.

Vestidos de noite

Um pouquinho diferente dos vestidos de baile, um pouco menos suntuoso, poderiam ser usados para jantares mais informais, mas que ainda necessitassem aquela dose de “eu sou rica”.

Vestidos de baile

Aqui é onde entra o puro luxo! Só os tecidos mais finos, as cores mais belas e os apliques mais caros serviam. E tudo isso ao mesmo tempo! O branco ainda era uma cor requisitada para muitas debutantes, mas algumas que já não estavam em sua primeira temporada ousavam vestir cores diferentes, formando um caleidoscópio nos bailes (amarelo não faz uma pessoa parecer mais feliz. Obrigada, de nada).

Trajes de viagens

Viajar na Era Regencial era um verdadeiro desafio. Por isso, as roupas eram em tecidos mais resistentes e geralmente em cores mais neutras (para, sem dúvida, disfarçar a poeira da estrada). Poderiam ter aberturas na frente ou com fechos mais fáceis de serem trocados, já que nem sempre se teria muito tempo entre uma parada e outra. Uma peliça complementava o look, deixando o vestido protegido.

Trajes de equitação

Por incrível que pareça, os melhores trajes de equitação eram feitos por alfaiates e não por modistas! Isso porque muitos acreditavam que era algo mais “masculino” por necessitar robustez. O traje consistia em uma saia com cauda longa, para proteger as pernas enquanto a dama cavalgava lateralmente. A jaqueta acinturada mantinha a forma do corpo, com chapéus, luvas e botas complementando o look. A inspiração mais comum na Era Regencial eram as decorações militares, já que as Guerras Napoleônicas ainda estavam frescas (ou ainda rolando, dependendo do ano) e todos queriam homenagear os heróis nacionais.

Acessórios

Uma lady poderia ter diversos chapéus, bonnets, turbantes, etc. E mais diversas retículas, leques e sombrinhas de renda, para diversas ocasiões. As luvas também eram um item obrigatório, tanto para sair de dia como para os eventos à noite. Sem falar nas jóias, coroas e pentes para o cabelo que valiam fortunas. Também era importante saber em quais ocasiões usar que tipo de joia, mas isso é assunto pra outro post.

Voltar para o post principal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s