Coisas que você não sabia sobre a Julia Quinn

Hoje é dia 12 de janeiro, aniversário da autora Julia Quinn! Sim, eu sou apaixonada pelos livros dela e não nego! Ano passado, escrevi sobre o meu roteiro pela Mayfair dos Bridgertons, visitando vários lugares que aparecem na série da família mais amada do século 19! Este ano, resolvi caçar fatos que nem todo mundo, inclusive eu, sabe sobre essa autora. Vamos lá?

1 – Ela escreve em uma mesa-esteira
mesa
Sim, daquelas que vemos em filmes. A justificativa de Julia é que é muito melhor do que ficar horas sentada numa cadeira, já que seu trabalho é basicamente na frente do PC. Mas, ela avisa: nada de querer malhar. A velocidade é bem lenta, o suficiente pra que ela se movimente enquanto coloca suas histórias no papel (ou melhor, no computador).

2 – Ela quase se tornou médica
medic.jpg
Mas graças a Deus desistiu! Na verdade, essa eu acho que muita gente sabe, mas, quando Julia terminou o ensino médio na Harvard College (um programa de ensino básico dentro da Universidade) em História da Arte, ela resolveu fazer medicina. O sistema de ensino lá é um pouco diferente, já que os candidatos precisam ir para um tipo de escola preparatória antes de ingressarem pra valer na universidade. Foi durante esse período que ela escreveu Splendid e Dancing at Midnight e foi adiando a entrada no curso de medicina. Depois de fugir muito, ela deu uma chance para a escola de medicina, mas percebeu que aquilo não era pra ela e saiu. Sem olhar pra trás!

3 – O pai dela também é autor
pai
Mas, de histórias infanto-juvenis. E, assim como Julia, ele demorou a encontrar esse lado dele. Steve Cotler já fez de tudo um pouco: estudou sobre computação, trabalhou com astronautas, escreveu roteiros para Hollywood, entre outras coisas. Em 2011, ele publicou o primeiro livro da série Cheesie Mack e já está no quinto livro.

4 – Ela é homenageada pela irmã em quadrinhos
Irma
Violet Charles (não, a matriarca Bridgerton não foi nomeada em homenagem à irmã) é ilustradora e desenhista, e tem tirinhas com um humor ácido e que combinam perfeitamente com a escrita de Julia. Por isso, ela juntou os Bridgertons com a tirinha Bridget over troubled  Waters  e saiu a Bridgertons over troubled Waters. Essa do Anthony e da Kate é ótima, mas tem essa sobre a Miss Butterworth que eu também ri muito.

5- E falando em Miss Butterworth e o Barão Louco, não, não haverá um livro deles
pigeon
Julia já falou em algumas entrevistas e no FAQ de seu site que não pensa em escrever o livro todo. Apesar de ter sido muito divertido escrever os trechos que aparecem nos livros, ela não tem o talento (ou a falta dele) para um livro todo de cenas absurdas. E, convenhamos, vai ser difícil mesmo superar a cena do pombo! Inclusive, a legenda dessa foto acima, no Instagram da JQ, é incrível: Elise, o pombo. Ela pode ser a descendente de um grupo de pombos assassinos, com rumores de que  bicaram uma mulher até a morte no começo do século 19. Mas ninguém sabe com certeza. 

6 – Ela é muito amiga de Eloisa James
Eloisa
As duas autoras são amigas na vida real, já escreveram livros juntos (The Lady Most Likely e The Lady Most Willing) e personagens de uma já apareceram em livros da outra. Eu sei que, em A Soma de Todos os Beijos, Daisy está procurando uma convidada do casamento de Honória para pedir o violoncelo emprestado e essa personagem é Lady Edith Gilchrist, do livro Once Upon a Tower, de Eloisa James.

7 – Ela conheceu o marido ainda na escola
Quando estudou em Harvard, Julia conheceu por meio de alguns amigos um tal de Paul Pottinger. Eles começaram a sair e bem… o resto é história. Todo livro de Julia tem uma dedicatória para ele e é a coisa mais fofa! Paul é médico infectologista e quando JQ perguntou a ele as chances de Marcus, de Simplesmente o Paraíso, sobreviver à ferida na perna ele foi categórico: ELE VAI MORRER. Ainda bem que Julia tinha o poder de fazer ele sarar ♥. Ah, vale dizer que o marido é alpinista e postou em seu blog a foto fofíssima, acima, da família ao completar um grande desafio.

8 – Ela continua escrevendo sobre os Bridgertons
bridgertons

Quer dizer, mais ou menos, rs. Ela lançou uma nova série, chamada Os Rokesby, que são vizinhos dos Bridgertons, MAS, é uma geração anterior à família mais amada da literatura. Já são dois livros publicados: Because of Miss Bridgerton e The Girl With the Make-Believe Husband (Por causa da srta. Bridgerton e A Garota com o Marido de faz-de-conta, em tradução livre). Ela mesmo já afirmou que a ideia de escrever a série Rokesby the-other-miss-bridgerton-jpg-1515626752surgiu porque ela queria mostrar Edmund e Violet ANTES do casamento. Então, preparem-se, pois vamos chorar com a aparição deles. Eu pelo menos vou cada vez que Edmund aparecer (ainda não li, mas está na lista!). Detalhe: Ela lançou ontem, em uma entrevista para o Shondaland, a capa  (ao lado) do terceiro livro da série, The Other Miss Bridgerton (A Outra Srta. Bridgerton).

9 – Ela ama o Brasil!
BR
Mas, isso todo mundo sabe! Ela fica emocionada com a nossa devoção, por assim dizer, rs. Em seu site, ela tem páginas dedicadas para os livros dela em outras línguas e na brasileira ela descreve que nunca tinha visto um display de seus livros tão lindo quanto o que encontrou na Livraria Saraiva do Shopping Pátio Paulista, durante a sessão de autógrafos do Quarteto Smythe-Smith (que eu fui! Estava lindo mesmo).

A gente também te ama, Julia! Feliz aniversário!

*A maioria das fotos foi retirada do Instagram da Julia e todas contém o link para o post original

Não esqueça de curtir a página do Costurando o Verbo no Facebook!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s