O blog mais esquecido da cidade

Sim, eu abandonei, debandei, fugi, não mandei carta nem liguei. Com a correria do sexto semestre TÁ OSSO postar. Sem contar que estou sem pc em casa.

Enquanto isso, minha cabeça vive fervilhando de ideias, mas como não escrevo na hora acabo esquecendo…. E nessas percebi o quanto somos reféns de computadores. Por que não saco o papel e a caneta tão bem conhecidos na minha bolsa e faço um rascunho? Por que, na semana passada, quando a professora pediu uma entrevista manuscrita para o fim da aula, eu percebi meus amigos e companheiros de sala travados, olhando para o papel sem saber por onde começar?

Cadê aquele habito de escrever em um caderno velho os nossos pensamentos? Cadê a vontade de rabiscar em qualquer guardanapo aquela ideia genial que vai servir pra alguma coisa mais tarde?

Com tanta tecnologia, ipads, smartphones, notebooks e etc, esquecemos do material primordial que nos fez querer escrever mais e mais: aquele papel amassado do bolso de traz do jeans ou similares.

A partir de hoje, lanço-me um desafio: o de tentar escrever um texto por semana, pelo menos em algum caderno ou folha de papel avulsa. Mesmo que isso não venha parar aqui, quero exercitar meus pensamentos do modo mais arcaico de fazê-lo. Com papel e caneta.

Categories Eu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s